HOSPITAL DE OLHOS

CAMARGO ZAMBRIN

Nossa História

O Hospital de Olhos Camargo Zambrin foi criado em 1997 através da experiência dos primeiros diretores do Hospital da Fundação Banco de Olhos de Goiás, situado em Goiânia.

Com forte bagagem e formação, o casal de médicos e proprietários Dr. Marco Antonio Teixeira Villas Boas Zambrin e a Dra. Maria de Fátima Camargo Zambrin concluíram o curso de graduação na Universidade de São Paulo e Universidade Federal de Goiás respectivamente. Fizeram a especialidade num dos centros mais avançados e respeitados no meio oftalmológico da America Latina (Instituto de Oftalmologia Tadeu Cvintal-SP).

Nesses 20 anos de atuação em Anápolis, não só os diretores, mas toda a equipe do Hospital de Olhos Camargo Zambrin, vem constantemente buscando se diferenciar por meio de congressos, cursos, simpósios internacionais e nacionais, estando sempre à frente com modernizações e avanços tecnológicos.

Os resultados disso podem ser vistos na competência, seriedade e credibilidade que são passadas a cada paciente durante seu tratamento.

Missão
Missão

Proporcionar o que há de melhor em tecnologia e tratamento oftalmológico, visando sempre tratar o olho como parte integrada da pessoa que possui determinado problema, atingindo um melhor resultado final.

Visão
Visão

Ter em mente que a medicina está sempre em evolução, e que só conseguimos aprimorar quando nos atualizamos e modernizamos, tratando o próximo com respeito, carinho e ética.

Valores
Valores

Ética profissional, transparência, excelência e compromisso com a qualidade, atendimento humanizado e personalizado. Nosso maior valor é você.

Estrutura
Estrutura

O Hospital de Olhos Camargo Zambrin foi projetado para atender com excelência todos os seus pacientes, oferecendo conforto e modernidade necessários à prestação de serviços de alto nível. Atualmente o Hospital de Olhos Camargo Zambrin atende pacientes de várias regiões do Brasil, sejam para tratamentos simples ou cirurgias mais avançadas que necessitam de alta tecnologia oftalmológica.